REDES SOCIAIS - TECNOLOGIA

Móveis do Twitter são leiloados como medida de economia
Elon Musk realizou o leilão de máquinas de café, escrivaninhas e demais objetos de decoração como medida de economia. Saiba mais!


Imagem-Freepik

Desde quando Elon Musk comprou o Twitter, no fim de outubro do ano passado, por US$ 44 bilhões, o empresário vem adotando medidas variadas. Logo que chegou, o bilionário disse que a empresa estava perdendo mais de US$ 4 milhões diariamente, então, demitiu metade dos funcionários da empresa, que eram 7.500 na época.

O Twitter tem parte majoritária de sua receita atrelada à publicidade, mas, com Musk no poder, suas opiniões polêmicas e decisões sobre moderação de conteúdo podem ter afastado muitos anunciantes que já utilizavam a plataforma, bem como aqueles que poderiam começar a usar os serviços.

Já no mês de dezembro do ano passado, nem dois meses depois de ter adquirido a rede social, o dono da Tesla disse em um fórum virtual que tinha começado a "cortar custos como um louco" dos gastos da plataforma, buscando assim evitar a inadimplência.

Agora, uma nova medida foi adotada pelo bilionário. Trata-se de um leilão realizado na quarta-feira, 18, buscando aumentar ainda mais as medidas de economia incorporadas por Elon Musk. No evento, máquinas de café, escrivaninhas e diversos objetos de decoração foram leiloados, incluindo um vaso de dois metros em formato de "@".

Uma estátua do pássaro azul, que é o ícone da plataforma, foi vendida por US$ 100 mil. Já uma instalação de luz enorme que representa o mesmo pássaro foi vendida por US$ 40 mil, conforme informado pela Heritage Global Partners, empresa organizadora do leilão, que ocorreu de maneira digital. No total, foram 631 lotes vendidos no evento.

Elon Musk acredita que, de acordo com suas projeções, a rede social deve chegar a vendas de US$ 3 bilhões ainda neste ano de 2023. Entre as medidas que mais serão relevantes para a concretização ou não desse prognóstico, estão as economias realizadas, acompanhadas pelo lançamento de um novo tipo de assinatura da rede social, que custará US$ 8 mensais.


 


Fale conosco pelo WhatsApp




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM






TECNOLOGIA  |   14/01/2023 17h10


TECNOLOGIA  |   30/12/2022 08h12